Se um dia eu me tornar irreconhecível

so-bored-1560539

Se um dia eu me tornar irreconhecível, não me julgue, não me culpe. Se for impossível para mim ser quem você costumava amar, peço perdão. Se esse dia de transformação tornar-se real, é possível que o meu antigo eu tenha se desvanecido por completo. Hoje, sou tudo o que sei, tudo o que sinto, mas sou deveras consequência da matéria, e basta uma pequena alteração em seu funcionamento para transmutar inteiramente o nosso ser.

Se meu corpo mudar e as sinapses tomarem um caminho novo, é provável que a minha essência faça morada apenas em sua memória. Então, se um dia eu me tornar irreconhecível, é provável que eu não saiba como reagir diante deste mundo em que vivemos. Até a minha reação perante as coisas mais banais, pode assustar e surpreender. Se, estando nesta condição, eu precisar da sua ajuda para recomeçar, te peço que, pacientemente, você permita que eu respire as possibilidades que hoje me inspiram e me fazem suspirar.

Se eu não souber o que fazer, rodeie-me de livros. Diga-me que nas letras de um belo romance há tudo o que eu preciso saber. Se eu não souber o que falar, presentei-me com cores. Traga-me lápis e pincel. Diga-me que é através da linguagem do desenho que eu melhor poderei me comunicar. Se eu não souber para onde ir, leve-me para fora. Mostre-me o céu. Diga-me que sou toda natureza e que apenas serei completa no sentir dos raios de sol mornos sobre minha pele.

Se eu vacilar e encontrar-me em desespero, presenteie-me com música. Encha o ambiente de sons e ajude-me a entrar em sintonia com os ritmos para que minha pulsação seja toda melodia. Se eu esquecer de mim e o medo me dominar, apresente-me às pessoas que mais sorriem, para que eu apreenda a cura contida nas gargalhadas. Abrace-me e, sorrindo, convença-me que não estou só.

Se mesmo depois de envolver-me em tudo o que hoje reconheço como belo e bom para a alma, eu não retornar à minha essência original, desculpe-me. Se for impossível para mim a você retribuir, não se sinta aprisionado a este novo eu que de mim se ocupou. Saiba que você terá me ensinado a ser o melhor do que hoje quero ser e, por isso, eu te amo agora. E se há verdade para além da matéria que nos afeta, te asseguro que meu espírito para sempre te amará e te será grato. Este mesmo espírito te quererá livre para prosseguir em plenitude.

Meu amor, se um dia eu me tornar irreconhecível, dê-me sua mão, diga-me que eu posso de novo caminhar ao seu lado. Mas, se preciso for, não tema o desconhecido e construa para você também uma rota alternativa. Assim, seremos de novo dois, para que a você seja também permitido recomeçar.

Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

One comment on “Se um dia eu me tornar irreconhecível

  1. Célio. Amaral says:

    Muito lindo. Deus te abençoe sempre e te use como instrumento para falar coisas tão belas que só pode ser vinda de Deus. Maravilha.