• Melhor mesmo é estar disposto a aprender

    Entrevista em "Porque Hoje é Sábado"

    Parte 1
    featured_p_img
  • Aquém Sol, Além-Mar

    Crônicas de Leda Almeida Guerra

    Leia mais
    featured_p_img
  • Casa Cor Alagoas

    Um olhar muda tudo

    Leia
    featured_p_img
  • Frustração

    Palavras que nunca chegam

    Leia
    featured_p_img
  • Por que escrevemos?

    Reflexões sobre a escrita

    Leia
    featured_p_img
Permalink

Kazuo Ishiguro

Recentemente descobri Kazuo Ishiguro e estou apaixonada! Li as obras “Never let me go” (e seguindo a regra, o filme não chega nem aos pés do livro) e “Nocturnes” (um conjunto de cinco contos). Já quero seguir com outros livros dele!

Ishiguro tem o dom de escrever de uma forma tão visual que facilmente nos sentimos dentro da cena.

Em “Nocturnes”, todos os contos possuem como fio condutor a relação dos personagens com a música. Uma característica em comum das histórias é a habilidade de Ishiguro em mesclar a melancolia e o trivial  da vida com momentos inusitados e até cômicos.

Já na famosa obra “Never let me go”, o autor trata de um tema existencial e nos faz questionar nosso lugar no mundo. Impressionante como nessa distopia uma ideologia é transmitida de modo a parecer natural e aceitável.

O tempo da narrativa é lento e o leitor vai descobrindo os fatos aos poucos, assim como foi o processo de descoberta para os personagens. De novo, melancólico, mas dessa vez, acompanhado de um tapa na cara. 😅 Este é um daqueles livros que te deixa pensando por muito tempo depois da última página!

Permalink

Boas práticas para consolidar em 2017

Olá pessoal! Como falei no posto anterior, 2016 me trouxe boas práticas que incorporei à minha rotina diária. Se você não leu, dá uma olhada aqui. E, agora, em 2017, quero consolidar outros bons hábitos em meu dia-a-dia.

Confesso que não é fácil. A gente esquece, deixa pra depois, procrastina e se incomoda. Mas, a construção de qualquer novo hábito exige persistência e esforço. Aí, depois de um tempo insistindo, naturalmente a gente começa a praticá-lo sem perceber. Foi assim quando deixei de consumir açúcar no café e nos sucos. Passei duas semanas me obrigando a tomar, mesmo sem achar tão saboroso. Eu dizia, “vai Vanine, isso é bom pra você, açúcar é uma droga e só te faz mal!” Depois desse sofrimento (nem sofri tanto assim, tô só floreando um pouquinho a história! 😅😅), em um belo dia, comecei a sentir o sabor gostoso verdadeiro do meu amado cafezinho, sem a maquiagem doce do açúcar! E é assim para qualquer coisa, tem que persistir para curtir depois!

Então vamos aos novos hábitos:

Read More

Permalink

Boas práticas que adquiri em 2016

IMG_2299

Olá pessoal! Neste post, gostaria de compartilhar com vocês os novos hábitos que adquiri em 2016 e que tem feito muito bem para a minha saúde! Além de contribuírem com minha qualidade de vida, são práticas amigas do meio ambiente! Então, todo mundo sai ganhando, ganho eu e ganha o planeta!

Read More

Permalink

Pequeno fragmento sobre o tempo

 

MINOLTA DIGITAL CAMERA

Às vezes, nessas horinhas finais de luz do dia, ao sentir o sopro dos ventos vespertinos, em silêncio me pego pensando: Será que é mesmo tarde? Não seria este instante o raiar de um novo amanhecer?

Read More

Permalink

Dia de Enxaqueca

Dia de enxaqueca

Não há luz, não há cor nem calor

Apenas os ventos cinzas do ventilador

Dia de enxaqueca

Cabeça em pavor

Voz rarefeita… Suspiro… Ar-dor

Dia de enxaqueca

Gigantes pisam as têmporas esmagando o tempo

E até olhos se calam à espera de alento